A tecnologia do setor de segurança eletrônica não é diferente de nenhuma outra e pode até comparar a de um eletrodoméstico que nas suas nuances pode ser até mais complicada no manuseio do que uma câmera de vigilância.

 

A diferença está no sentimento de utilização e necessidades dessas tecnologias e o que cada uma delas pode proporcionar.

 

As câmeras de segurança podem ser usadas para qualquer evento e em qualquer ambiente então é importante que você identifique a sua necessidade.

 

Alguns exemplos:

1. INIBIDOR: Apenas a presença de câmeras já é um meio de inibir a presença ou ações indesejadas.

2. MONITORAMENTO: Através das câmeras e de um sistema completo de vigilância remota, é possível monitorar os atos de pessoas ou produções e em tempo real, aplicar correções e acionar as autoridades.

3. ÉTICA NO TRABALHO E EFICIÊNCIA DOS FUNCIONÁRIOS: Uma empresa precisa pensar na segurança e bem-estar do seu funcionário bem como se resguardar de qualquer mal comportamento que venha por parte dele.

4. MELHORAR A CONFIANÇA DAQUELES QUE VISITAM O SEU ESTABELECIMENTO: É primordial a segurança daquele que nos visita e para o visitante seja cliente ou fornecedor se sentira mais confiante quando entrar na sua empresa.

5. INSTRUMENTO DE LEI EM ALGUMAS CIRCUNSTANCIAS:  Para as autoridades, as imagens servem como prova de crimes e facilita na resolução de casos policiais.

6. PROTEÇÃO CONTRA ROUBO DE PROPRIEDADE E VANDALISMO:  Vigilância pública e proteção do patrimônio público bem como segurança aos cidadãos.

7. PROTEÇÃO DE PATRIMÔNIO INDUSTRIAL: Previne e inibe espionagem industrial e reduz também o mal-uso de equipamentos nas indústrias.

A boa verdade é que as câmeras de segurança possuem muitas aplicações e pode ser projetado para um ambiente pequeno e também para um edifício grande ou um conglomerado.

E acredite existe um tipo de sistema para cada perfil (porte). Os sistemas de segurança mais básicos são compostos por no mínimo uma câmera, um monitor, cabos para ligar o conjunto, se quiser ser mais abrangente pode acrescentar um DVR (digital vídeo recorder) com um HD (hard disk) e ter suas imagens gerenciadas e armazenadas. Também pode ser mais complexo com dezenas de câmeras, monitores, DVR’S, alarmes, cerca elétricas entre outros.

Você também precisar escolher a resolução das câmeras bem como cobertura das lentes, como quer armazenar suas imagens, se prefere analógicas ou câmeras IP, com fio ou sem fio, alcance de imagens, se em cores ou não, com zoom ou sem zoom entre outros.

Por isso, quando você já estiver acertado das suas necessidades, procure um bom parceiro para te ajudar no seu projeto.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.