Ainda nos dias de hoje encontramos muitas corporações que não possuem uma política de segurança da informação bem definida, ouso em dizer que algumas nem tem.

Mas o que é política de segurança da informação?? Resumidamente, são diretrizes, regras e práticas que todos os membros da empresa devem seguir de forma positiva e coerente a fim de que sejam salvaguardados os dados da empresa.

São características básicas da segurança da informação os atributos de confidencialidade, integridade e disponibilidade, não estando esta segurança restrita somente a sistemas computacionais, informações eletrônicas ou sistemas de armazenamento

A proteção dos dados corporativos tornou-se uma tarefa prioritária para o TI já que dela depende o sucesso da segurança da informação.

O cibercrime cresce de forma exponencial e cada vez mais inteligente, por isso, as empresas desenvolvedoras de soluções de segurança precisam sempre estar a pelo menos um passo à frente para que possam proteger os dados da corporação.

 

O CICLO DA INFORMAÇÃO

O Ciclo de Vida é composto e identificado pelos momentos vividos e pelas informações que a colocam em risco.

Os momentos são vivenciados justamente quando os ativos físicos, tecnológicos e humanos fazem uso da informação, sustentando processos que, por sua vez, mantêm a operação da empresa.

 

OBJETIVO DA POLÍTICA DE SEGURANÇA DA INFORMAÇÃO

Hoje em dia a informação é o ATIVO mais valioso das empresas, apesar da maioria dos executivos estarem conscientes da necessidade da criação, pode-se dizer que uma boa parte desses executivos ainda não adotaram métodos rígidos e eficazes de segurança da informação

Todos têm a consciência de que será necessário um grande esforço para que as unidades de segurança possam lançar mão de recursos para a criação e cumprimento dessas ações.

 

E para que haja uma política de segurança da informação eficiente, devem ser avaliados alguns pontos, como:

  • Política de senhas e acessos aos dispositivos corporativos;
  • Normas sobre o uso da internet;
  • Diretrizes sobre a instalação de softwares;
  • Boas práticas de uso do e-mail corporativo;
  • Definição de rotinas de backup;
  • Determinação da realização de auditorias.

Cada empresa possui os seus códigos de conduta

  1. Realizar um diagnóstico do ambiente

Primeiramente, é necessário realizar uma análise em todo o ambiente e identificar os ativos de informação utilizados, as vulnerabilidades e ameaças existentes, a hierarquia dos acessos, entre outros pontos relevantes. A partir disso, é possível fazer um diagnóstico da situação atual e determinar quais os dados e ativos precisam de maior proteção, quais os principais riscos existentes e, assim, saber por onde começar.

  1. Estabelecer os responsáveis

Como qualquer outro projeto da organização, é necessário responsabilizar os profissionais que irão elaborar, divulgar, monitorar e revisar a política de segurança da informação na maior parte do tempo. Uma alternativa é criar um comitê comandado pelo CIO da organização ou o gestor da área de TI, e estabelecer responsabilidades bem como medidas que serão tomadas caso haja descumprimento das regras.

  1. Definir os níveis de acesso aos dados

Para uma boa política de acesso, é necessário considerar quem acessa, como acessa e quando acessa. A empresa deve definir controles de níveis no acesso para que cada colaborador possa utilizar apenas os dados necessários para sua função, além de determinar o que poderá ser feito com eles e o momento que eles poderão ser visualizados.

  1. Educar os funcionários

A educação dos funcionários será um ponto de partida para o cumprimento das regras bem como divulgar todas as normas, portanto, realizar treinamentos conscientizará todos os membros da empresa é isso será fundamental para o sucesso da política de segurança da informação.

  1. Realizar monitoramento e atualizações

Entender que ela não é apenas um documento que, depois de implementado, está finalizado é um passo importante para a continuidade dos processos, e para tanto, exigirá monitoramento e adaptações conforme a rotina da organização se transforma.

Por isso definimos a importância do entrosamento da equipe responsável pelo seu funcionamento, medir o desempenho em busca sempre do melhor resultado será possível com sistemas mais seguros e confiáveis.

Se você estiver em busca da melhor política de segurança da informação, a Castelmar Tecnologia está pronta para te ajudar.

 

SEGURANÇA ELETRÔNICA – O que a Castelmar pode fazer por você

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado.